zonadecodigo.comzonadecodigo.com
BITDRONES
Interação física com a realidade virtual
Uma tela voadora, na qual os bits são pequenos drones de formato retangular que voam de forma coordenada. É apenas um conceito - similar ao da argilotrônica - de resolução ainda muito baixa, mas com algumas funcionalidades interessantes. Calvin Rubens e seus colegas da Universidade Queens, no Canadá, chamam seus bits voadores de "BitDrones".
O sistema já possui uma interface primária, que permite operações como clicar, arrastar e soltar, além da digitação de comandos em bitdrones especiais de controle.

Segundo a equipe, estes são "os primeiros passos rumo à criação de uma matéria programável autolevitante" - matéria programável é uma espécie de matéria artificial cujo formato pode ser reconfigurado de forma programável.

Matéria digital: recriando a natureza usando bits em vez de átomos
"Os BitDrones trazem para mais perto da realidade a matéria programável voadora, como a mostrada no filme futurístico da Disney Big Hero 6," disse o professor Roel Vertegaal, orientador do trabalho.

"Realidade Real"

Cada bit é formado por um minidrone com uma armação aramada em volta, além de LEDs para sinalização. Todos voam de forma coordenada, controlados por conexões sem fios.

Esse enxame robótico é formado por três tipos de indivíduos: PixelDrones, equipados com LEDs e uma pequena tela, ShapeDrones, com uma grade em volta que os torna adequados para a montagem de objetos maiores, e DisplayDrones, equipados com uma tela sensível ao toque e uma câmera.

O sistema rastreia os movimentos das mãos do usuário no ambiente, permitindo a manipulação desses "voxels" no espaço - um voxel é um pixel tridimensional.

"Nós chamamos isto de interface de 'Realidade Real', em vez de 'Realidade Virtual'. É isto que a distingue de tecnologias como a Microsoft HoloLens e os Oculus Rift: você pode realmente tocar esses pixels e vê-los sem um capacete," disse Vertegaal.

Resolução da matéria

Embora esse primeiro protótipo consiga lidar apenas com alguns poucos BitDrones grandes, a equipe afirma já estar trabalhando para miniaturizar os PixelsDrones e desenvolver um sistema que permita controlar milhares deles.

A ideia é que cada PixelDrone tenha cerca de 1,5 centímetro de largura, criando uma matéria programável de resolução mais aceitável.

Talvez isto possa fazer o conceito aproximar-se um pouco mais da holografia, que ainda sofre com a falta de uma estrutura de tela para mostrar objetos em 3D.

Bibliografia:

BitDrones: Towards Self3Levitating Programmable Matter Via Interactive 3D Quadcopter Displays
Calvin Rubens, Sean Braley, Antonio Gomes, Daniel Goc, Xujing Zhang, Juan-Pablo Carrascal, Roel Vertegaal
ACM UIST 2015 User Interface Software and Technology Symposium
http://www.hml.queensu.ca/s/UIST-Bitdrones-paper146.pdf
Comentar artigo



Esta fibra óptica deveria pagar royalties a Einstein

IBM lançará computador quântico comercial

Armazenamento na "névoa" elimina os riscos do armazenamento na "nuvem"

Construção de computador quântico é radicalmente simplificada

Depois da Inteligência Artificial, vem aí a Inteligência Paralela

Computador de DNA consegue identificar doenças

Chips de memória viram processadores com computação ternária

Como fazer softwares com menos bugs

Primeiros ensaios de games estilo Matrix: console é o cérebro.

SpaceX quer lançar mais satélites do que já existe em órbita

Detectada estranha propriedade quântica do espaço interestelar

Nasce um novo tipo de computador

Linguagem de programação para computadores com energia intermitente

Primeira tela holográfica realística, com 3D em 360º

As vacâncias de nitrogênio, defeitos em escala atômica no interior dos diamantes, vêm sendo usadas como qubits de computadores quânticos há algum tempo.

Memória neuromórfica TRAM para cérebros eletrônicos

Como a Inteligência Artificial afetará vida urbana em 2030

Hardware substitui software e dobra velocidade de processadores

Luz ambiente enxerga tudo o que você faz

Dinheiro de plástico: a derrocada dos incautos

Uma "varinha mágica" digital promete melhorar a segurança no acesso a redes sem fio.

México torna-se pioneiro em internet por luz

Ao invés de entretenimento, a Microsoft está interessada em levar o escritório para os carros, para a alegria de quem trabalha em movimento

Ao invés de entretenimento, a Microsoft está interessada em levar o escritório para os carros, para a alegria de quem trabalha em movimento

Bíblia é usada para desenvolver tecnologias de idiomas

Óculos de realidade virtual sem dor de cabeça e sem enjoo

O memcomputador faz componentes eletrônicos que conseguem guardar dados e podem ser usados para cálculos, tudo simultaneamente.

Chip implantado na pele monitora glicose e colesterol

Dois estudantes do MIT Media Lab criaram uma interface pessoal que transforma a unha do usuário em um touchpad sem fio.

Ela é capaz de capturar 25 imagens em sequência, com intervalos na casa dos femtossegundos

Teclado reconhece o usuário pelo estilo de digitação.

Carros ganham tecnologia da informação de código livre

Tatuagem eletrônica comanda celulares e computadores

Telas de enrolar é uma realidade, mas quando chegarão ao mercado?

Primeiro edifício do mundo montado à partir de uma impressora 3D

Em 30 de junho, será acrescido um segundo ao Tempo Universal Coordenado (UTC)

Físicos conseguiram manter dados quânticos gravados, acessíveis e íntegros por um tempo recorde de seis horas.

XP ainda continua sendo o 2º sistema operacional mais utilizado no mundo.

Internet banda larga em aviões integrará todas as conectividades.

Software criar ritmo musical de acordo com os movimentos